Respostas - Imóveis Miami

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Respostas

Dúvidas?


COMO ESCOLHER UMA AGÊNCIA IMOBILIÁRIA EM MIAMI?

Na hora de escolher uma imobiliária em Miami ou em qualquer outro lugar nos EUA, é preciso antes se informar sobre como funcionam os serviços e a assessoria de um profissional da área. O passo mais seguro para o sucesso dos objetivos do comprador, é contar com a assessoria de um profissional capacitado para orientar todo o processo de compra, desde a pesquisa até o fechamento do negócio.

CONSULTORA IMOBILIÁRIA

Nos EUA os corretores de imóveis têm acesso completo a todas os imóveis que estão à venda, em praticamente todos os estados, em qualquer lugar do país. Há um compartilhamento organizado de inventário de imóveis, através de um banco de dados chamado MLS – Multiple Listing Service. Isto quer dizer que se todos os corretores ou agentes têm acesso às mesmas informações, o que realmente diferencia um profissional do outro, é a personalidade, o conhecimento e a qualidade dos serviços que cada um oferece ao assessorar o comprador.
É importante ter essa fidelidade com seu corretor, pois ele(a) representa o seu interesse.
A partir do momento que você seleciona o seu corretor, ele(a) estará dedicando dezenas de horas na busca, análise e visitas ao imóvel.
Todo esse trabalho só será remunerado na hora do fechamento.
Essa é uma das poucas profissões que o profissional só vai receber algum dinheiro se houver a concretização do negócio, por isso não é justo que você tenha várias pessoas dedicando tempo e esforços à você acreditando que serão remuneradas.
Trabalhe com fidelidade e confie no profissional que você escolheu.
Esse relacionamento pode ser bastante feliz e duradouro.

QUEM PAGA O CORRETOR?

Boas Notícias…. Quem paga o corretor é o dono do imóvel, a construtora (imovéis novos) ou o Banco (re-possessão).

DEVO BUSCAR VÁRIOS CORRETORES?

Absolutamente Não!

POSSO PERMUTAR MEU IMÓVEL NO BRASIL COM UM EM MIAMI?

A permuta de imóveis não é uma praxe de transação em Miami junto às incorporadoras.
Nada impede que, em uma negociação, você consiga permutar sua casa ou apartamento com um proprietário de imóvel usado em Miami, porém é improvável.

É PRECISO UM ADVOGADO PARA ACOMPANHAR O PROCESSO DE COMPRA?

O consultor imobiliário, NÃO pode legalmente aconselhar sobre assuntos jurídicos ou financeiros.

Trabalhamos com equipes de profissionais americanos, na área jurídica e contábil que falam o Português.
Para os investidores estrangeiros, toda transação imobiliária nos EUA, deve ter assessoria jurídica e ser acompanhada por um advogado especializado em impostos internacionais, para prevenir surpresas de ordem financeira ou de responsabilidade fiscal.  Logo no início do processo, com um planejamento adequado, é possível economizar tempo, dinheiro e prevenir desnecessários contratempos.
Os advogados, especializados em transações imobiliárias, aconselham aos estrangeiros a comprar como pessoa jurídica, o que proporciona uma economia em impostos na hora da venda e protege a propriedade em caso de morte do proprietário. A abertura de uma empresa também é um processo bem fácil e nossa companhia junto ao nosso departamento jurídico, pode dar o apoio necessário.
É extremamente vantajoso não apenas pela proteção patrimonial mas também pelos benefícios fiscais, assim como privacidade e anonimidade para a pessoa física, pois, em qualquer busca pelo endereço da propriedade, constará o nome da empresa apenas e não dos donos.

PORQUE ESCOLHER UM CORRETOR DE IMÓVEIS PARA AJUDAR VOCÊ A ADQUIRIR UMA PROPRIEDADE?

Normalmente não custa nada contratar um agente imobiliário para ajudar você a encontrar e a comprar uma propriedade - o seu corretor de imóveis irá, na maioria das vezes, obter uma parte da comissão que o vendedor (dono do imóvel) paga ao seu corretor de imóveis.

Ao escolher um agente, obtenha referências de amigos, parentes e colegas de trabalho.
Leia os testemunhos de antigos clientes e, o mais importante, escolha alguém que você confie e se sinta confortável. Ouça o seu corretor, faça perguntas, tire dúvidas, mas tome suas próprias decisões.

PORQUE ESCOLHER UM CORRETOR DE IMÓVEIS PARA AJUDAR VOCÊ A VENDER A PROPRIEDADE?

Alguns proprietários acham que vão economizar dinheiro vendendo seu próprio imóvel.
Antes de iniciar este caminho complicado, aqui estão algumas razões pelas quais é importante usar um profissional imobiliário:

1) Você estará limitando drasticamente a exposição do imóvel a potenciais compradores, o que significa que pode demorar de 10 a 15 vezes mais tempo para vender o seu imóvel . Propriedades que levam um longo tempo para vender vendem geralmente por menos, porque os compradores acreditam que deve haver algo errado com elas.

2) A maioria dos compradores acha complicado negociar com o dono do imóvel e evitam buscar a "venda direta com o proprietário" (FSBO).

3) A maioria dos compradores usam um corretor de imóveis para buscar uma propriedade e maioria desses corretores não vão mostrar os FSBOs porque eles não serão pagos. Isto significa que você terá que oferecer uma comissão para atrair esses agentes. O que vai causar uma perda na sua esperada "poupança".

4) Falta de experiência em negociação e desconhecimento de contratos pode resultar em um preço de venda mais baixo, ou pior, um contrato cheio de falhas e possíveis processos judiciais.

5) Se você planeja usar um advogado para ajudá-lo a negociar, as taxas do seu advogado poderiam ser consideravelmente maiores do que a comissão do corretor de imóveis.

6) Você só paga uma comissão ao seu corretor se a venda ocorrer.

QUAL O CUSTO DA DOCUMENTAÇÃO, ASSESSORIA JURÍDICA, OS EMOLUMENTOS E AS TAXAS PARA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL PARA O NOME DO COMPRADOR?

De uma maneira geral, todos os custos legais e fiscais envolvidos giram em torno de 4.5% a 5% do valor do imóvel.
Isto significa que, com este percentual, o comprador terá o imóvel em seu nome ou de sua pessoa jurídica (Corporação na Flórida) de modo seguro e rápido, com toda assessoria jurídica necessária.
Importante observar que uma outra empresa pode ser titular de uma Corporação na Flórida, que terá a titularidade do imóvel.
A Corporação na Flórida não se transfere, mas a titularidade da empresa de fora pode ser transferida.

NEGÓCIOS NOS EUA - PRETENDO TER UMA EMPRESA OU ESCRITÓRIOS DE REPRESENTAÇÃO NOS EUA. QUAIS SÃO AS CONSIDERAÇÕES?
                                                                                                                     
Empresários  interessados em terem um negócio próprio ou mesmo um escritório nos EUA, devem estar atento para algumas considerações.  Entre outras, quais os estados e até municípios que oferecem melhor ambiente para o seu tipo de negócio, logística, impostos e a facilidade de comunicação com seu publico alvo. Nunca se deixe levar pelas aparências ou especulações sobre a reputação de determinadas áreas. Antes de decidir pesquise e analise se a área é a mais indicada e vantajosa para o que você pretende.

PRECISO DE SEGURO IMOBILIÁRIO?

Nos EUA, os processos são muitos comuns. O americano entende que um Seguro Imobiliário é a retaguarda financeira, que pode resguardar seus interesses no caso de uma disputa processual.
Uma apólice de seguro limita e define os direitos e as responsabilidades do seu portador. Diferentemente do Brasil, nos EUA um seguro não é uma opção e sim uma necessidade preventiva. A providência é uma exigência básica em muitas situações e altamente recomendada em outras.

SEGURO IMOBILIÁRIO CONTRA ACIDENTES

Os acidentes são imprevisíveis e ocorrem em várias circunstâncias. Danos físicos ou estragos de qualquer natureza, dependendo da ocorrência, são encarados aqui como responsabilidade do proprietário do imóvel onde acontece o acidente.
Vivendo aqui, o estrangeiro logo percebe que se trata de um documento tão importante quanto necessário e acaba se convencendo de que não vale a pena poupar algumas centenas de dólares hoje e ficar sujeito a desembolsar milhares no futuro, caso tenha que enfrentar um processo.
A forma mais eficaz de poupar desgaste e dinheiro é se informar sobre quais os tipos de seguro cada um deve ter.

DECLARANDO IMÓVEIS NO EXTERIOR PARA O LEÃO E O BANCO CENTRAL. COMO FAZER?

Multas podem chegar a 250 mil dólares se as declarações não forem feitas.
Para quem se deleitou com preços dos imóveis em Miami neste ano, e investiu comprando propriedades nos EUA ou mesmo em outros países, agora chegou a hora de fazer sua declaração de renda perante à receita federal brasileira e informar o Banco Central da sua posse por meio da Declaração de Capitais Brasileiros no Exterior (CBE) se o valor de mercado do imóvel for acima de 100 mil dólares.

COMO UM ESTRANGEIRO COMPRA UM IMÓVEL NOS EUA?

Comprar um imóvel nos EU   A é relativamente simples.
Se você for pagar à vista, será necessário somente um comprovante de identidade com foto (Passaporte) e um comprovante bancário (extrato) mostrando que você possui o valor para quitar o imóvel que está comprando.
Se você necessitar de financiamento, será necessário apresentar um comprovante de identidade com foto (Passaporte), um comprovante bancário (extrato) mostrando que você possui o valor do depósito necessário (hoje entre 30 e 50% do valor do imóvel) e autorizar o agente financeiro, que vai te dar o empréstimo, a solicitar uma análise do seu crédito (International Credit Check).

COMO CONSEGUIR FINANCIAMENTO?

O seu corretor de Imóveis poderá indicar um agente financeiro (Loan Officer or Mortgage Broker) que irá explicar as opções disponíveis e pré-qualificar você para o empréstimo.
Este é o primeiro passo para a compra do imóvel. Seu corretor deverá ter o valor da sua pré-aprovação para começar a buscar o imóvel.
A partir do momento que você escolhe o imóvel, normalmente o processo de compra deverá durar de 30 a 60 dias.

QUAIS AS OBRIGAÇÕES FINANCEIRAS INICIAIS PARA A COMPRA DE IMÓVEIS NOS EUA?

Usualmente o comprador paga 10% do valor da propriedade para fechar o acordo de compra. Segundo o DPBR -Department of Business and Professional Regulations/Florida Real State Regulations, é necessário um depósito no valor referente à entrada da compra do imóvel e pagamentos finais, em uma conta escrow (conta jurídica fiscalizada pelas autoridades) em um banco, com um advogado ou com a imobiliária representante, de acordo com a preferência do comprador.

COMPRAR UM IMÓVEL EM MIAMI A DINHEIRO, É POSSÍVEL?
COMO TRAZER DINHEIRO DO BRASIL PARA OS EUA PARA COMPRA DE IMÓVEL?


Bancos ou companhias especializadas, que operam com a transferência e intercâmbio de moedas internacionais, são os meios que na maioria dos casos se usa como intermediários financeiros. Essa operação é feita sob o pagamento de uma taxa de transações e requer documentação específica exigida pela regulamentação bancária. Os custos deste serviço vão depender de alguns fatores como taxa, quantidade de dinheiro, frequência de pagamento, e o relacionamento particular com seu banco.
O comprador, em algumas circunstâncias e que tem uma empresa registrada no estado da Flórida, envia o dinheiro que poderá ser transferido sem juros.

" TRUST ACCOUNT "

Trata-se de uma conta em juízo, pela qual um advogado é responsável pelos valores e se presta a indicar que o negócio é sério.
Para que um interessado na aquisição de imóvel possa levar a efeito a proposta, é necessário que faça um depósito do sinal nesta conta, que servirá para garantir a seriedade da proposta e funciona como as nossas arras (sinal).

A “trust account” servirá, também, para o depósito do valor do imóvel e apenas será liberada com a formalização de todos os documentos necessários à transferência para o nome do comprador.

COMPRAR IMÓVEL NOS EUA, DA DIREITO AO GREEN CARD?
                                           
Nos EUA, comprar um imóvel não qualifica ou dá ao comprador o direito a receber um “Green Card”.
Existem outras oportunidades de negócio e invetimento que oferecem possibilidades de ganhar vistos de longo prazo ou de permanência (Lei EB5).
Entre em contato conosco e encaminharemos as suas dúvidas a nossa assesora jurídica.

CUSTO/BENEFÍCIO DE IMÓVEIS NA FLORIDA | BRASIL X EUA


BRASIL
- Imagine um apartamento de oito mil m2 com vista para o mar e localizado em áreas nobres no Brasil, como a Riviera (SP) ,Vitória (BA), Florianópolis (SC,) Copacabana (RJ) ou em Recife (PE), onde os moradores possam usufruir também da segurança. Da liberdade de passear pelas calçadas do bairro, tanto de dia quanto à noite. Pense também nas áreas verdes espaçosas, no lazer dos quintais e varandas, que mesmo na privacidade dos condomínios fechados é possivel desfrutar.

EUA - Quanto custa este privilégio? Em Miami Beach menos de US$ 5 mil por metro quadrado e em outras regiões vizinhas ao Norte, em torno de US$ 2.500 por metro quadrado. Esses valores representam aproximadamente, entre 40 e 60 por cento menos do que pode custar uma propriedade equivalente no Brasil. Em áreas mais distantes das praias, os preços podem ser ainda menores. Mesmo considerando a flutuação do câmbio monetário, ainda assim, a valorização e a segurança, fazem dos imóveis no mercado americano um investimento compensador, que agrega valor ao patrimônio familiar.

FIRPTA – IMPOSTOS PARA ESTRANGEIROS


FIRPTA - são as siglas iniciais de  Foreign Investment in Real Property Tax Act of 1980, a lei imposta pelo governo americano que determina a retenção de impostos na venda de um imóvel nos Estados Unidos por uma pessoa estrangeira.

Na venda de qualquer imóvel, é sempre necessário pagar impostos nos ganhos de capital. Os residentes fazem este acerto com o governo como parte da sua declaração de renda normal e condições pessoais, dependendo do valor da residência, do tempo que moraram lá, e das melhorias que fizeram na propriedade.
Para garantir a retenção deste imposto de estrangeiros, o governo coleta 10% do valor da venda da propriedade antes mesmo de que todos os montantes sejam distribuídos na hora da escritura. Assim, quem vende um imóvel pode em seguida pedir ao governo uma redução deste valor baseado em algumas provisões.
Se o comprador for morar na propriedade como residência principal, e o valor do imóvel for abaixo de $300,000, não haverá retenção este imposto. Um contador sempre pode ajudar em todos os detalhes disponíveis na legislação.
É uma das responsabilidades do comprador durante o processo de compra de um imóvel, a de averiguar se o vendedor é estrangeiro ou não. Existem penalidades muito severas para o comprador que não alertar ao governo, de que o vendedor era estrangeiro, e de que este imposto deveria ter sido retido.
Algumas propriedades compradas em pessoa jurídica ou em uma companhia domestica podem obter um certificado valido de não-estrangeiro mesmo quando o dono não é americano. Para isso, um advogado vai estabelecer a estrutura correta, que vise não somente minimizar as contribuições tributarias, mas outros interesses também.
A companhia de título quando prepara os documentos da escritura é quem verifica todos os dados do vendedor e o histórico do imóvel garantir o pagamento deste imposto no fechamento.

DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA. COMO É NO EXTERIOR?

Todos os contribuintes devem declarar a posse de bens no exterior, seja qual for o valor. Se o imóvel já foi declarado em anos anteriores, o programa importa automaticamente as informações e só é necessário atualizar se houver algum gasto com reformas. Se o imóvel for financiado, deve-se somar as parcelas de 2012 e adicionar os valores para fazer a declaração, de forma semelhante à declaração de imóveis brasileiros.

RENDIMENTOS E ALUGUEIS NO EXTERIOR. DEVEM SER TRIBUTADOS?

Qualquer rendimento recebido no exterior por um residente no Brasil estão sujeitos à tributação da mesma forma que os rendimentos recebidos por um imóvel no pais.

POSSO PERMUTAR MEU IMÓVEL NO BRASIL COM UM EM MIAMI?

A permuta de imóveis não é uma praxe de transação em Miami junto às incorporadoras.
Nada impede que, em uma negociação, você consiga permutar sua casa ou apartamento com um proprietário de imóvel usado em Miami, porém é improvável.

DECLARAÇÃO DE CBE (CAPITAIS BRASILEIROS NO EXTERIOR). COMO FAÇO?

Consulte seu contador para fazer esta declaração, que é feita para que o Banco Central tenha conhecimento dos bens que os cidadãos brasileiros tem no exterior. Os formulários a serem preenchidos se encontram no site do Banco Central .
Se o imóvel estiver com financiamento no exterior, a declaração deve constar o valor pago até o final do ano passado, considerando apenas o principal e excluindo os juros. O saldo devedor não deve ser informado, dado que a declaração do CBE não inclui dívidas.

MEUS FILHOS PODEM ESTUDAR NAS ESCOLAS DE MIAMI?

O movimento de compra de imóveis em Miami vem ganhando um novo perfil de investidores: brasileiros que querem morar nos EUA. Neste novo contexto surge a preocupação com os estudos dos filhos de brasileiros que pretendem morar nos EUA. Afinal, como funcionam as escolas em Miami para estrangeiros?
Na Flórida as escolas são pagas até os 5 anos de idade do aluno. A partir desta idade é possível optar por estudar em uma escola pública ou particular.
As escolas públicas na Flórida não fazem qualquer tipo de exigência ou criam obstáculos para a matrícula dos alunos, independente se o aluno é estrangeiro, americano ou até mesmo estrangeiro ilegal residindo no país.
Elas são obrigadas a aceitar a matrícula do aluno.
Se você pensa em matricular seu filho em uma escola pública em Miami é necessário obedecer os limites do bairro/área de sua residência.
Por exemplo, se você residir no bairro de Aventura, seu filho necessariamente terá que estudar na escola pública de Aventura.
Desta forma, é importante levar em consideração a qualidade da escola do bairro no momento de decidir onde comprar seu apartamento ou casa em Miami.

Visite a nossa página de  educação e veja os detalhes das escolas na Florida.

 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal